Vida!

Finalmente chegaram as fotos do Senegal! Penso que esta espera acabou por ser essencial para me aperceber melhor das diferenças do que tive, do que tenho e do que poderei ou não vir a ter. Quem comigo se cruza acaba por achar que sou um "menino da cidade", talvez por os cuidados que tenho, talvez pelas coisas que digo. Talvez por ambas e mesmo mais algumas. O que é certo é que naquele ambiente fui eu. Quem comigo passou estes dias levou uma ideia e trouxe outra. "Surpreendeste-me" sempre foi uma palavra que ouvi com o passar do tempo de convivência, mas ali foi instantâneo.
É daquela transparência que preciso, daquela energia, daquelas pessoas. Quem sabe daquela terra! O que tenho de certo é que ao ver e rever as fotos algum caminho para a minha vida hei-de traçar.
IMG_3679
(Abstenham-se da imagem de "tarzan" que esta fotografia possa dar. Estava no meio de centenas e resolvi partilhá-la assim, tal e qual a tiraram, pois era este o espírito, o sorriso e olhos brilhantes com que me passeei durante 15 dias. Em breve colocarei as fotos por etapas da viagem)

14 comentários:

Benedita disse...

Não vejo o tarzan, sorry... :)
Vejo a grandeza da natureza e o deslumbramento do homem...
Bom fds!
Beijos

Green disse...

Tiveste uma experiência magnífica certamente, nem dá para imaginar.

Sílvia Maria disse...

Senti isso quando estive no México e não digo fechada no resort mas sim em contacto com o lado mais real.
Acredita que tudo em mim dizia que era ali que deveria ficar, era ali que seria feliz, e as semanas e meses que se seguira ao meu regresso minha mente continuava lá, do outro lado do oceano. Quando tomamos contacto com vidas e culturas tão diferentes que agitam a nossa alma, o nosso ser, que nos fazem acreditar que conseguimos ser mais e melhores pessoas naquele lugar, acreditamos que é ali que pertencemos, que queremos estar.
Mas depois do México, já senti tantas outras coisas em outros tantos lugares e em contacto com tantas outras pessoas que no final, sei que não importa onde estou, mas sim quem eu sou.
Boa pic, oh Tarzan!

B. Cérise disse...

Nunca tive nenhuma experiência assim tão assustadoramente diferente da minha vida normal, mas fiquei deslumbrada com esta foto. Pareces estar completamente absorvido pela paisagem e pela experiência em si.
Só pareces o Tarzan por causa do peito despido e do colar ao pescoço, mas de resto deves ter vivido uma experiência tão livre como o Tarzan, no meio de coisas maravilhosas!
[agora estou com invejite;)]

Um beijo*

Bid disse...

Benedita: Aquela cascata até tirava o ar com a pressão da água! Deslumbrado mesmo.. E obrigado =) beijo

Green: Tive mesmo! Para a semana começo a colocar fotos e já poderás imaginar =)

Sílvia: Hmmm Gostei das coisas que disseste. Se calhar tens razão mas acabamos por ser pessoas diferentes dependendo do meio.. hmm.
E tinhas que chamar isso n'era? =P

B.Cérise: Colar feito por uma tribo selvagem com barro apanhado por térmitas =P Vais ficar com ainda mais inveja com as restantes fotos que irei colocar =)

Sílvia Maria disse...

A nossa capacidade de adaptação é fantástica!
(Disseste que eu tinha razão?!? Uau!!)

Bid disse...

Disse "se calhar" e depois veio logo um "mas" a funcionar como uma espécie de factor contraditório do que disseste =)

Sílvia Maria disse...

É mais forte do que tu!! :D

cê-agá disse...

que grande foto! very nice!

vanessa disse...

senegal! que interessante!!!

Bid disse...

Sílvia: Pois =)

cê-agá: Obrigado! Mas esta não fui eu quem a tirou, pois não deu =P

Vanessa: Muito! Começa hoje a amostra de fotos =)

Alix disse...

esta fotografia é linda :)
fez-me lembrar logo o filme "The Beach" com o Leonardo di Caprio :p

Bid disse...

Alix: Não vi o filme, por isso fui ver ao google! Por causa desta imagem?? http://img853.imageshack.us/img853/1061/beachb.jpg
O que me ri =D

Alix disse...

hehehe, é essa mesmo, e só agora reparei que também usa um colar como tu :D