Mudança de visual

Nunca necessitei de fazer a barba todos os dias, e por esse motivo, e também por ser pouco peludo, deixava-a crescer quase uma semana antes de voltar a cortar. Quando fui para o Senegal, por força de ter que fazer primeiro um voo em que só podia levar bagagem de mão, não pude levar a "gillette", o que acabou por ser engraçado já que os meus colegas de viagem me diziam todos os dias que assim me sentia mais parte da natureza. O que é certo é que nunca a tinha deixado crescer assim, duas semanas e tal, e dizia que a primeira coisa que iria fazer quando chegasse a casa seria cortar. Não cortei, apenas aparei. Vi-me diferente e como adoro mudar deixei! Sei que é só uma fase de mais apenas alguns dias e que provavelmente não o voltarei a fazer, mas vale pela experiência, pela memória de uma vez me ter visto assim.
DSC08312

4 comentários:

Há um amor que nunca morre disse...

olá!
Obrigada pelo comentário que deixaste no meu blog sobre o texto " um grande amor"!

Alterei o aspecto do blog, tal como o nome e o link!
O Cor de Algodão Doce já não existe, agora chama-se "Há um amor que nunca morre!", visita:

http://haumamorquenuncamorre.blogspot.com/

Sílvia Maria disse...

É uma mudança de visual bem diferente e até fica-te bem.
Uma mudança sabe sempre bem mesmo que seja provisória!

Giselle disse...

Vc é inspirador....

Bid disse...

Há um amor: Olá. De nada! Irei por lá passar com certeza.

Sílvia: Obrigado =) Sim, e eu que me farto rápido, é uma necessidade!

Giselle: Uau.. Obrigado! =) Não estava a contar ouvir algo do género!!