Viagem ao Senegal (Dia 7)

Este seria então um dia de descanso e de planeamento. Começámos com um passeio pela praia:
DSC08060
E apenas parámos quando chegámos a uma zona de resort's, onde aproveitámos a esplanada para fazer o nosso "escritório":
IMG_3166
IMG_3132
De entre muitos pensamentos, o que mais me surgia era como é que havia pessoas que preferiam estar na piscina com um mar daqueles mesmo em frente:
IMG_3184
Já que iríamos ter um Jipe, e o intuito era conhecer o interior do país onde as estradas e os recursos são mais escassos, surgiu a necessidade de comprar um guia melhor:
IMG_3182
Como o tempo passou a voar, os restaurantes fecharam todos e tivemos que ali voltar. É uma pena que todos os destinos turísticos acabem por, mais cedo ou mais tarde, perder a sua identidade. Apesar de nos ter sabido bem, pizzas e esparguete à bolonhesa não estava nos nossos planos:
DSC08061
Aproveitámos para visitar as dezenas de barracas de artesanato, centros de exposições adaptados e o resto da vila:
IMG_3172
IMG_3173
Depois de assinarmos contrato com o dono do jipe, e de acordarmos uma viagem de 5 dias, deslocámo-nos para uma localidade mais perto da estrada principal (as baratas e a degradação da qualidade da casa assim o exigiu). O destino foi Saly Portugal, e tem precisamente este nome devido à influência do nosso país. Trata-se da região mais turística que visitámos e a primeira reacção na sua passagem foi "isto parece albufeira!", "olha, esta rua parece quarteira!", etc. Procurámos um local onde dormir, e como ao bom estilo do Algarve, alugámos uma vivenda num condomínio fechado com o bónus de estar totalmente equipada. Nos sentimos em casa com todas as regalias. Aproveitámos para lavar a roupa na máquina e cozinhar o que tínhamos nas mochilas:
IMG_3197
Todas as restantes casas estavam desabitadas, bares fechados, palcos vazios. Fomos mesmo assim deambulando até chegar à praia onde tivemos a companhia de uma agradável noite:
DSC08076
E tal como os restantes, aproveitei para ver as estrelas e pensar na vida:
DSC08090

7 comentários:

Sílvia Maria disse...

7º dia, o dia do descanso! A história assim o conta. Pelas imagem já parece que vocês estava em casa, no vosso habitat. O à vontade, a descontração...muito bom!

Miss Murder disse...

O sitio parece muito bonito, mas ainda não estou muito confiante nessas viagens em que temos de levar uma quantidade de vacinas antes de ir para os sítios.

Bid disse...

Sílvia: "Ao sétimo dia descansou" =P Sim, já estávamos em casa! Já conseguíamos andar como locais e não como turistas, sabendo o que dizer aos infinitos vendedores de rua que nos apareciam e que, no início, não nos deixavam sequer dar dois passos. =) E receios? a esta altura já nem nos lembrávamos sequer dos mosquitos! Puro chill out! =)

Murder: Levei 4 de uma vez, paguei 160€ (agora são quase de graça), ainda tive que comprar e tomar mephaquin para a malária, repelentes, etc, mas valeu a pena! =) Se tens a tal viagem de graça vai, não te irás arrepender!

Green disse...

Que maravilha, até me deixou com saudades do verão, além de ainda estar quente.

Cris disse...

http://vimeo.com/24302498
lembrei-me de ti ao ver isto.
29 WAYS TO STAY CREATIVE

Benedita disse...

Esta viagem continua espectacular!
Estou a adorar!

Bid disse...

Green: E o engraçado é que lá era o pico do Inverno! Não sabem a sorte que têm!

Cris: Já vi! Obrigado =) Realmente ando a falhar mais de metade daqueles items.. então o apontar as ideias....... fail! Já está nos favoritos para ver e rever todos os dias =)

Benedita: Continua a bordo =)