Segunda-feira

Estou desempregado há mais tempo do que devia, mas depois penso em como era recomeçar a semana, com reuniões, prazos, relatórios e relembro-me de como não estava muito melhor!
Para quem está, como eu, não entre em depressão. Esta condição permite-nos aproveitar e explorar muitas coisas que não podíamos quando tínhamos o tempo contado! Façam planos, olhar para cima e força aí!

E se não fui suficientemente convincente oiçam-no pela voz deste ainda pouco conhecido, mas grande, artista português:

9 comentários:

Green disse...

Tens toda a razão, o importante é não desistir, que as oportunidades surgem quando menos esperamos.
Adoro essa música.
Tem uma ótima semana :)

inversiva disse...

eu tenho um trabalho que gosto muito e no entanto, não me dão as ferramentas que preciso para executar como deveria a minha função, só me dificultam a vida, atravessam-se à minha frente e a minha paciência e dedicação, a pouco e pouco, vai sumindo. não quero estar desempregada, mas precisava de qualquer coisa que me voltasse a acender a chama. enfim.

ainda bem que tens esse espírito, e que encontres um trabalho que te preencha =)

Bid disse...

Green: Não vale de nada desistir, os problemas não desaparecem! Com sorriso ainda se vai ganhando umas coisitas ;)
Boa semana também para ti!

inversiva: Já passei por isso, no meu primeiro trabalho (ainda andava no secundário a fazer matemática). Os filhos dos patrões e um trabalhador com muitos anos de casa faziam-me a vida negra e para além de não ter ferramentas ainda me "roubavam" material. Tive que me despedir com pena, mas antes disse todas as verdades e soube-me pela vida!
Mas realmente agora não estamos para essas "extravagâncias". Porque não tentas arranjar algo fora de horas que equilibre a balança? Pagas na mesma moeda, trabalhas tipo zombie, com a cabeça no que vais fazer quando o expediente acabar!
A minha formação é engenharia e era estimulante, mas o que me preenche mesmo são as artes, mas não está fácil! Se souberem como dar um empurrão.. digam =) E obrigado

'Mimi disse...

E tenho a lesão quase curada :) vou aproveitar o excesso de tempo livre para recomeçar as corridas :)

J. Persoa disse...

Entendo o que queres dizer. Quando se passa a paranóia e os estados mais próximos da depressão, ganha-se espaço para novas ideias e somos capazes de encontrar uma versão positiva dos factos. O importante é ir crescendo, ao máximo de níveis possível :)
Quanto ao comentário que me deixaste, estamos a pensar seriamente nisso, até porque temos algumas peças a precisar de vida nova - se bem que é uma arte que eu, pessoalmente, tenho de explorar melhor (sempre que tentei, em pequena, modificar a roupa da barbie deu porcaria...)

Benedita disse...

Com a tua atitude, o retorno estará por aí a aparecer. Vai correr tudo bem!
Beijos

Bid disse...

'Mimi: Vê lá se ainda pioras isso! Arranja para agora outro tipo de hobbie (até porque qualquer dia começa a chover e nem apetece correr)

J.Persoa: Aprende-se com a tentativa-erro! Aposto que agora já conseguirias fazer uma colecção para a barbie =P Qualquer coisa que possa ajudar (desenhos, acessórios, etc) estás à vontade!

Benedita: Assim o espero (mas não está fácil..). Obrigado

Feliz disse...

Fases más que duram tempo a mais!
Obrigada pela partilha da música!
Por aqui as coisas também correm devagarinho - não é desemprego, mas também não é emprego...é assim uma espécie de "tofu"...
Força PP ;)

Vanessa disse...

Esta situação pode sim ser desesperante mas há que saber usá-la da melhor forma e cultivar a mente é uma delas!